Um marco na minha vida profissional e pessoal, que me fez abrir os olhos para o mundo. É assim que eu defino a experiência do mestrado em Economia Política Internacional que eu cursei na Universidade de Warwick, na Inglaterra, pela bolsa de estudos do governo britânico Chevening, entre 2013 e 2014. Minha decisão de continuar os estudos no exterior tinha como objetivo me especializar de maneira a progredir na carreira dentro do governo. Para minha surpresa, esse período fora do Brasil foi muito além do que eu imaginava. Não apenas desenvolveu minhas habilidades acadêmicas, mas sobretudo expandiu minha visão acerca de temas atuais, integrando-me a uma rede global de profissionais e pesquisadores.

O mestrado, em modo integral (full-time), possui grande volume de leitura e exige dedicação à produção escrita, ao mesmo tempo que estimula o debate em sala de aula. A primeira parte do programa é formada por uma série de aulas expositivas para consolidação das teorias, com base em artigos e livros recomendados para a leitura prévia. A avaliação das matérias se dá por meio da elaboração de artigos, chamados de essays. A segunda metade do curso, por sua vez, é dedicada a pesquisa independente e desenvolvimento da dissertação. Entre as atividades acadêmicas, gostei especialmente os debates promovidos em sala de aula, pois estimularam meu pensamento crítico ao poder confrontar os problemas em questão sob diferentes ângulos teóricos. Os argumentos eram enriquecidos pela diversidade dos mestrandos, no que diz respeito a nacionalidade e formação universitária. Na discussão de determinado tema, por exemplo, cada colega trazia uma perspectiva distinta, com base na experiência de seu próprio país. Fora do campus, aproveitei a chance para conhecer pessoas locais e me engajar em projetos comunitários. Estudar em Warwick foi possível graças ao apoio que eu recebi do governo britânico.

O Chevening concede bolsa de estudos integral de mestrado a pessoas com potencial de liderança, selecionados em 116 nações, entre elas o Brasil. O programa custeou a anuidade do meu curso e cobriu todas as despesas de permanência no país, que incluem, hospedagem, alimentação, transporte terrestre e passagens aéreas. Como se isso não bastasse, o Chevening me ofereceu a oportunidade de participar de eventos, em várias outras cidades do país, com objetivo de trocar de ideias com outros bolsistas sobre desafios globais.

A Secretaria do Chevening periodicamente organiza conferências e visitas técnicas, que em geral ocorrem em parceria com as universidades. Nessas ocasiões, os bolsistas se reúnem com notáveis acadêmicos e profissionais britânicos para discutir temas prementes, que variam desde inovação nas comunicações até aquecimento global. Para citar um exemplo, no último verão, passei uma semana na cidade de Oxford por ocasião do Global Scholars Symposium, debatendo a respeito de como nossa geração pode desafiar os paradigmas atuais e ousar a fazer diferença no mundo.

Nesses eventos do Chevening, pude ampliar minha rede de contatos para os quatro cantos do planeta. Além de nos conhecermos, nós bolsistas aproveitávamos para identificar os desafios comuns entre nossos países, abrindo o caminho para a cooperação futura no grupo. Hoje, para ilustrar, tenho contatos profissionais - e grandes amigos – na China, Malásia, Cingapura, Indonésia, Líbano, Emirados Árabes, Quênia, México, entre outros. Além disso, cabe registrar que ao ser selecionado para o programa a pessoa automaticamente é inserida em uma network mundial com mais de 40.000 ex-bolsistas, que colaboram entre si.

Depois de concluído o mestrado, sinto-me mais apto a lidar com questões complexas na minha profissão, não apenas em virtude do conhecimento adquirido na universidade. Morar em um país tão multicultural quanto o Reino Unido também me capacitou a lidar com as diferenças entre ideias, ideologias e crenças. Além disso, ao longo dessa jornada, conheci pessoas inspiradoras, verdadeiros cidadãos do mundo, que me encorajaram a perseguir meus objetivos e trabalhar, com afinco, pelo desenvolvimento do meu país.

Conheça mais sobre o processo seletivo do Chevening na página oficial e esclareça suas dúvidas com os vídeos do #UKinBrazil.